Real Time Analytics
Noticias

O que é DLNA: Saiba o que é e como funciona essa tecnologia

Muitos hoje sonham em montar ou comprar seu Media Center, simplesmente para ajudar a organizar todas suas midias sejam elas fotos, músicas, vídeos e filmes, mas embora hoje ainda seja a melhor solução para ter uma central multimidia na sala, muitos ainda esbarram no problema dos fios, isso mesmo, imaginem ligar TV, Computador (ou Media Center), Blueray, DVD, vídeo game e Home theather tudo junto! sem contar as ligações esporádicas do seu smartphone, câmera digital, filmadora e outros portáteis! Sua sala ficará muito feia com certeza. Ai que entra a tecnologia DLNA, mas muitos se perguntam: o que é DLNA?como funciona o DLNA, ou: para que serve o DLNA?

No meu caso quando estava construindo minha casa sabia que iria colocar uma TV de LCD na parede e para não mostrar os cabos e conexões resolvi embutir os conduites na parede até chegar na altura da TV, obviamente conduites comuns não suportariam todas as conexões, solução? “simplesmente” coloquei um cano de 1,5 polegada embutido na parede! e acreditem, depois de 1 ano percebi que não cabiam mais cabos! Ai pensei: como seria bom um jeito de não utilizar fios! ai que entra a tecnologia DLNA. Mas o que é DLNA?

o que é dlnaO que é DLNA

A sigla DLNA, é a abreviação de: Digital Living Network Alliance, que nada mais nada menos é um padrão que foi desenvolvido por várias empresas de tecnologia para tornar a conectividade de aparelhos eletrônicos muito mais simples. Entre as cerca de 250 empresas que são membros, podemos citar alguns nomes de peso: AT&T Labs, Inc., Broadcom, Cisco Systems, DIRECTV, Dolby Laboratories, Ericsson, Hewlett-Packard, Huawei, Intel, LG Electronics, Microsoft, Motorola, Nokia, HTC, Panasonic, Pioneer Corporation, Qualcomm, Samsung Electronics, Sharp Corporation, Sony Electronics e Toshiba

Imaginem que vocês acabaram de fazer uma viajem e tirou muitas fotos em alta resolução, são tantas que foi necessário vários cartões de memória, dai você chega em casa transfere todas as fotos dos seus cartões para seu computador mas você lembra que tem uma TV de LCD enorme e novinha na sua sala e quer ver as fotos nela, o que fazer?

  1. Pegue seu PC carregue até a sala, coloque em cima do seu rack novinho, arrasta o rack e vai até a TV, levante ela e conecte o cabo atrás dela e claro fique de pé perto do Rack para ficar perto do mouse (que está arranhando todo seu rack), ufa! que trabalho! ou…
  2. Ligue sua TV e através da rede Wi-Fi acesse a pasta do seu computador e pronto, ta lá suas fotos!, beeem mais fácil certo?
Leiam também:  O quanto você confia na computação em nuvem?

Mas isso é possível? sim, é exatamente essa a proposta do DLNA, para isso basta ter dispositivos certificados pela DLNA, além de uma rede doméstica com ou sem fios. Entendeu o que é DLNA?

 

O que é dlna - aparelhos

 

Imaginem as possibilidades que você terá: Assistir vídeos armazenados em um servidor, exibir as fotos de seu smartphone ou câmera digital diretamente na sua TV tudo via rede, tocar suas músicas preferidas diretamente no seu Home Theater e várias outras coisas, as possibilidades são enormes!

Mas já existem equipamentos com certificação DLNA?

Agora que sabemos o que é DLNA, vem a pergunta acima. Já existe sim, essa tecnologia está mais próxima de nós do que achamos. Um exemplo? O Playstation 3 já tem a certificação DLNA, logo que ligamos ele conectado a rede wirelless, basta ir até o menu e nas opções de mídia veremos os servidores de vídeo, músicas e fotos que estão armazenados nos outros computadors conectados na mesma rede. Como o vídeo game é capaz de reproduzir vários tipos de arquivos, basta selecionar e pronto, esta lá nosso vídeo diretamente na TV sem sair do conforto do sofá.

 

O que é dlna? - esquema

 

Mas e o preço? obviamente toda novidade tecnológica tem seu custo, os aparelhos eletrônicos com a certificação DLNA começaram a chegar ao Brasil no ano passado, para se ter uma ideia uma Sony Bravia de 46 polegadas de LED com resolução Full HD chegava a custar R$5199,00. Atualmente os preços estão bem mais acessíveis, grandes marcas como LG e Samsung já possuem diversos televisores com preço bem mais acessível ao público em geral.

Quais equipamentos utilizam o DLNA?

Aqui uma pergunta interessante. O DLNA é uma tecnologia que sem dúvidas veio para ficar. Ao longos dos anos desde sua criação vários fabricantes vem incorporando a tecnologia em seus equipamentos, seja eles quais forem. De acordo com a organização, os equipamentos que utilizam o DLNA podem ser divididos em vários grupos de aplicações.

Em equipamentos domésticos.

Aqui podemos subdividir os equipamentos domésticos:

  • Digital Media Server (DMS) – Servidores de Mídia Digital: Aqueles utilizados para armazenarem informações,  no caso do DLNA conteúdos como vídeos, músicas e fotos. Podemos citar os PCs e Notebooks, smartphones, tablets e também servidores NAS (Network Attached Storage).
  • Digital Media Player (DMP) – Tocadores de Mídia Digital:  São os equipamentos que reproduzem os conteúdos armazenados nos DMS visto acimas. São os verdadeiros tocadores de conteúdo. Atualmente temos TVs, Equipamentos de Som, Vídeos games e vários outros equipamentos.
  • Digital Media Renderer (DMR) – Processadores de Mídia Digital:  Aqui pode haver uma confusão, pois o DMRs tem uma função parecida com os DMP, porém eles não se conectam aos DMSs. Eles se conectam ao DMP e reproduzem o conteúdo que eles encontram, podemos dizer que são uma “terceira pessoa” no conjunto. Há nesse grupo alto falantes sem fios, PCs, notebooks, TVS, DVRs, receivers e outros. Um DMP é um DMR, porém um DMR nem sempre é um DMP.
  • Digital Media Controller (DMC) – Controladores de Mídia Digital: São dispositivos que possibilitam encontrar conteúdos nos Servidores de Mídia Digital (DMS) e controlar sua reprodução nos Processadores de Mídia Digital (DMR). Exemplos incluem Tablets, câmeras digitais, PDAs, PCs e Notebooks.
  • Digital Media Printer (DMPr) – Impressora de Mídia Digital: É uma subdivisão do DMP, porém só podem fornecer serviços de impressão.
Leiam também:  5 melhores smartphones para jogar atualmente

Equipamentos Móveis

Isso mesmo, existem categorias exclusivas de equipamentos com DLNA especificos para equipamentos moveis como smartphones e tablet dentre outros. Reparem que os smartphones atuais, normalmente se encaixam em quase todas as categorias . O que é dlna?
  • Mobile Digital Media Server (M-DMS) – Servidores Móvel de Mídia Digital:  São servidores de conteúdo. Outros equipamentos podem se conectar a eles e executar o conteúdo. São smartphones, celulares e alguns tocadores de mídia
  • Mobile Digital Media Player (M-DMP) – Tocadores Móvel de Mídia Digital: São aparelhos que se conectam aos M-DMS executando os conteúdos armazenados nele. Exemplos: smartphones, celulares, tablets e tocadores de mídia portáteis.
  • Mobile Digital Media Uploader (M-DMU) – Uploaderes móvel de mídia digital: Esses enviam o seu cpnteúdo (upload) para outro aparelho que servirá de M-DMS. Exemplos: câmeras digitais, celulares, smartphones e tablets.
  • Mobile Digital Media Downloader (M-DMD) – Downloaderes Móvel de mídia digital: Estes dispositivos encontram e baixam (download) o conteúdo de um servidor de mídia digital (DMS ou M-DMS).
  • Mobile Digital Media Controller (M-DMC) – Controladores Móvel de mídia digital: Estes equipamentos pegam conteúdos de servidores de mídia e enviam para processadores de mídia digital (DMR).

Smartphones e DLNA, quais são compatíveis? O que é dlna?

Da Sony Ericsson temos o Smartphone Vivaz, um bom Smartphone que roda o sistema SymbianS60v5 (e que ainda estou esperando eles me mandarem para review):). Acho que a função cabe como uma luva nesse aparelho já que ele filma com qualidade em HD, sendo assim caso você tenha um TV certificada pelo DLNA você pode acessar o Vivaz pelo WiFi e assistir o vídeo em HD na sua TV sem conexões de fio! O Vivaz pode ser encontrado a venda no Submarino clique aqui e confira. Você pode transformar o seu Vivaz em um Servidor multimédia digital móvel, concentrando várias mídias nele, um verdadeiro Media Center portátil!

Outros Smartphones da Nokia com Symbian também possuem certificação DLNA, aliás o Nokia N95 8GB foi o primeiro smartphone do mundo a receber esta certificação, outro da Nokia bastante famoso é o Nokia N82.

Atualmente há diversos smartphones que possuem suporte a tecnologia DLNA. Falando especificamente do sistema Android, atualmente vários smartphones tops de linha possuem tal suporte. A LG se destaca, já que praticamente toda a sua linha Android possue suporte ao DLNA. Podemos citar o LG optimus Black, o Optimus Dual, o Optimus 2X e também o Optimus 3D, dentre outros. Mas outros gigantes também possui certificação DLNA como o Samsung Galaxy S2 e o Motorola RAZR. Resumindo, muitos Androids possuem certificações DLNA. Além de tablets como o Motorola XOOM e os Galaxys, dentre outros. Mas antes que pergunte: iPhone e iPad não possuem suporte ao DLNA.

Leiam também:  Sony Xperia GX

Leia também

Aplicativos para Android para usar o DLNA
Como dissemos acima, atualmente existem simplesmente vários aplicativos que utilizam o DLNA e fazem ponte entre o Android e outros equipamentos que utilizam a tecnologia. Abaixo alguns exemplos de aplicativos:
  • 2player (http://two-play.com/2player.htm): Este player transforma o Android num controle remoto, sendo possível tocar músicas dos, ou nos, outros dispositivos de mídia ligados na rede doméstica. Controla remotamente o Windows 7 Media Play, Windows 7 Media Center e Xbox 360 media Center. Acessa a maioria dos dispositivos DLNA, como servidores de mídia, TVs e outros. Aplicativo disponível no Android Market.
  • Skifta (www.skifta.com): Primeiro aplicativo Android com certificação DLNA (a maioria dos aplicativos não é certificada), permite reproduzir músicas digitais, fotos e vídeos dos/nos demais dispositivos conectados à rede. Aplicativo disponível no Android Market.
  • AllShare, marca registrada Samsung Electronics, que inclui DLNA, bem como outros recursos relacionados. Com o AllShare é possível compartilhar conteúdo entre dispositivos Samsung (como o smartphone Samsung Galaxy S e tablet Galaxy Tab, por exemplo) e outros dispositivos DLNA. O aplicativo vem instalado nos produtos Samsung com certificação DLNA.
  • iMediaShare http://www.bianor.com/ims/]: Permite a transmissão e controle de conteúdos multimídia a partir do smartphone para a os demais sistemas DLNA, usando a conexão Wi-Fi. Aplicativo disponível no Android Market.
  • TwonkyMobile: (http://www.twonkymedia.com/): este aplicativo permite o compartilhamento de mídia online e llocal entre uma grande variedade de dispositivos. Aplicativo disponível no Android Market.
  • aMedia Control: Controla arquivos de mídia como filmes, fotos ou músicas a partir do Android, procurando conteúdo nos servidores DLNA e reproduzindo no dispositivo Android ou em outro reprodutor compatível. Aplicativo disponível no Android Market.
  • DLNA Product Search: Este aplicativo permite que você consulte informações sobre produtos com certificação DLNA. Baixe pelo Android Market.

 

Como podemos ver as possibilidades que o DLNA nos traz são incontáveis e o futuro com certeza é interconectar todos os equipamentos, sejam computadores, TVs, Smartphones, Home theater…

Agora você já sabe o que fazer: sempre que for comprar um novo equipamento eletrônico, procure pela certificação DLNA e aos poucos acabe com todos os fios que tanto te incomodam!

Não sabe se seu aparelho é certificado pelo DLNA? lá mesmo no site oficial você consegue saber todos os aparelhos certificados no mundo!

Apple, Noticias

Há 40% de chances da Apple comprar o Netflix e 30% a Disney

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald…

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald Trump foi aprovada. Quem afirmar são os analistas do Citi Jim Suva e Asiya Merchant.

O corte nos impostos, juntamente com o novo subsídio oferecido para que as empresas repatriem seu dinheiro aplicado fora dos EUA sem ter que pagar tributos altissímos, dará à Apple um montante de dinheiro nunca visto antes dentro dos EUA. Segundo a Bloomberg, a companhia tem cerca de 252 bilhões de dólares aplicados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país devido aos impostos aplicados. O montante, segundo os analistas, cresce 50 bilhões de dólares ao ano.

Para entender essa quantidade de dinheiro, basta saber que a Apple precisaria apenas de um terço desse dinheiro para comprar o Netflix.

“Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”. Ai que entra o Netflix ou mesmo a Disney.

A Apple tinha de 20 à 30% de chance de adquirir a Disney, porém isso foi antes da aquisição pela Disney dos ativos de estúdio e TV da Fox. Ou seja, isso provavelmente não ocorrerá.

A Apple tem lutado há anos para oferecer uma oferta atraente para a TV. O iTunes tem sido um grande sucesso para a empresa, mas os telespectadores migraram cada vez mais para serviços como Netflix, Amazon ou Hulu para assistir seus programas e filmes favoritos. Comprar o Netflix seria algo importante para consolidar a empresa nesse ramo.

Leiam também:  Olhar muito o celular é perigoso: são até 27,2kg sobre sua cervical

Via Business Insider

materia completa
Noticias

Chinesa VIVO irá lançar primeiro leitor de digitais na tela amanhã

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao…

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao que parece, isso vai acontecer amanhã na CES 2018. A empresa enviou um convite para a imprenssa mostrando claramente do que se trata.

A Vivo publicou uma imagem teaser com o slogan “Desbloquear o futuro” e prometeu desvendar o primeiro smartphone com um leitor de impressão digital na tela em 10 de janeiro. Interessante é que será mostrado, provavelmente, um smartphone pronto e não um protótipo.

Embora possa ser o primeiro, ele talvez não seja o único a ser lançado na CES. A empresa Synaptics também prometeu um telefone com leitor de impressões digitais na tela durante o evento. Só não se sabe se trata de um aparelho comercial, ou apenas um conceito.

Leiam também:  Google X (Motorola X Phone) roda Android 5.0 e aparece no Antutu Benchmark
materia completa
Noticias

Drone de brinquedo de US $ 99 possui tecnologia da Intel e DJI

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar…

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar um modelo de apenas US$ 99. O Tello tem foco no aprendizagem de programação e ainda conta com tecnologia Intel embarcada.

O Tello, feito pela startup chinesa Ryze Tech é um drone acessível com tecnologia da Intel e DJI que tem como foco ensinar programação para crianças e adultos. Custando US $ 99, o Tello é uma pequena máquina com uma câmera que pode capturar vídeo de 360 ​​graus e transmitir imagens ao vivo para um tablet ou um óculos VR, que não foi informado ainda qual.

Destina-se a um público jovem, e a Ryze promete recursos que o tornarão seguro e fácil de usar, incluindo decolagem e pouso automáticos. Ele diz que esses recursos são possíveis por causa de um chip de processamento grafico da Intel e estabilização de vôo da DJI, detentora de 70% do marketshare de drones no mundo.

O Tello é bem compacto, mede apenas pesa apenas 98×92,5×41 mm e pesa cerca de 80 gramas. Ele pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h e uma distância de 100 metros, transmitindo imagens ao vivo em HD (720p). A câmera integrada tira fotos de 5 megapixels.

Há alguns recursos bacanas: você pode simplesmente jogar o Tello no ar para que ele comece a voar; deslizar o dedo na tela do aplicativo para fazer manobras aéreas; e gravar vídeos com trajetórias pré-definidas. Todo o controle é feito por meio de Bluetooth, seja por meio de um aplicativo no smartphone ou um controle dedicado.

O Tello pode ser usado por crianças, pois ele possui detector de colisão, proteção nas hélices e sistema contra falhas, permitindo pousar com segurança mesmo se a conexão for perdida. E, por meio do kit de desenvolvimento, é possível programá-lo com a linguagem Scratch.

Leiam também:  Review LG G3, uma super tela em um corpo de plástico

Via The Verge

materia completa
Noticias

5 melhores smartphones para jogar atualmente

Os dias em que o celular era usado apenas para realizar chamadas e enviar mensagens SMS já se passaram. Segundo…

Os dias em que o celular era usado apenas para realizar chamadas e enviar mensagens SMS já se passaram. Segundo o provedor de inteligência de mercado NewZoo, em 2017, o setor de jogos de dispositivos móveis espera um aumento de 42% da renda global de mercado de jogos, acumulando mais de 120 bilhões de reais (BRL). Com cada vez mais jogos para dispositivos móveis, desde a indústria de cassino para dispositivos móveis se aproximando cada vez mais da jogabilidade portátil até simuladores de construção, como Fallout Shelter da Bethesda e muito mais, os desenvolvedores de telefone trabalharam muito para desenvolver a tecnologia para atender à crescente demanda de jogadores de portáteis, com alguns tendo mais sucesso que outros. Estamos aqui para conferir alguns dos melhores smartphones para jogar no mercado, com o nosso objetivo sendo encontrar para VOCÊ o melhor telefone para jogar em 2017.

Ao procurar smartphones para jogar para comprar, há vários fatores importantes que devem ser considerados. Dentre eles:

  • Um processador potente
  • Uma tela de tamanho razoável com resolução decente
  • Espaço de armazenamento e unidades de expansão
  • Vida útil da bateria
  • Alto-falantes e/ou entrada de áudio
  • O desempenho integrado que aprimora os aplicativos é sempre um ótimo bônus, apesar de não ser necessariamente um requisito, pois há diversos aplicativos no mercado de aplicativos móveis que realizam funções semelhantes

Agora que sabemos do que bons smartphones para jogar precisam, vejamos alguns dos dispositivos que fornecem as melhores experiências de jogo:

  1. HTC 10

htc 10 jogos
Créditos da imagem: HTC

Dentre nossa lista de melhores smartphones para jogar, quem fica na quinta posição é o HTC 10. O HTC 10 possui um processador Snapdragon 820 e uma CPU de quatro núcleos por trás de uma tela de 5,2 pol. de 1440x2560p, sendo uma das telas mais responsivas da HTC já lançadas. Para compensar o processamento superior, o HTC possui uma bateria de 3.000mAh com Carregamento Rápido 3.0, permitindo que os jogadores possam voltar à ação ainda mais rápido, carregando até 50% em apenas 30 minutos. Combine isto com o sistema de gerenciamento de aplicativos próprio da HTC, o Boost+, que permite que jogadores ajustem o dispositivo para oferecer ainda mais capacidade de jogabilidade e você terá um dispositivo excepcionalmente poderoso com quase a metade do preço das nossas duas melhores escolhas.

  1. Motorola Moto Z2 Play

moto z2 play melhor celular para jogos
Crédito da imagem: Motorola

 

Leiam também:  Sony lança Xperia Z3 Compact e Xperia Z3 no Brasil

Equipado com um poderoso processador Qualcomm Snapdragon 625, tendo 8 núcleos e uma frequência de relógio máxima de 2,2 GHz, o Moto Z2 é certamente potente suficiente para executar aplicativos de jogos, apesar de não ser o único motivo de ter chegado nesta lista. Combine o Z2 com o Moto Gamepad, que se conecta a qualquer smartphone da família Moto Z, e você terá um console móvel completamente funcional no seu bolso. Com dois analógicos de controle, setas direcionais e quatro “botões de ação tática”, o módulo conecta-se diretamente ao dispositivo, significando que não haverá nenhuma lentidão de conexões sem fio. Potencializando este complemento, há uma bateria de 1.035 mAh independente (isto ultrapassa uma bateria de 3.000 mAh no próprio telefone). O Moto Z2 pode não ser tão poderoso quanto um iPhone 7 ou um Samsung S8, para jogadores com um determinado orçamento, é certamente uma escolha confiável.

  1. Sony Xperia Z5

xperia z5 celular jogos
Créditos da imagem: Sony

Mais uma opção entrando para o mercado de jogos bem-sucedido é o Xperia Z5 da Sony. Capaz de se conectar a outros dispositivos da Sony em sua casa, os jogadores podem transmitir jogos do PlayStation 4 direto para o celular e até mesmo jogar usando um controle Dualshock 4 conectado. No entanto, esta funcionalidade não deve diminuir o telefone em si. Com uma tela de 5,2 pol. com um processador Snapdragon 810, e 3GB de RAM, o Xperia Z5 não é inferior quando se trata de desempenho sob pressão. Lançado inicialmente em 2015, significa que, apesar de o dispositivo não ser tão poderoso quanto alguns telefones mais novos no mercado, você pode adquiri-lo com um preço inferior, ou seja, podendo gastar mais dinheiro em jogos propriamente ditos. 

  1. iPhone 7

iphone 7 celular jogos
Créditos da imagem: Appleapple

Quando o assunto são telas de ótima definição e processadores potentes, é difícil superar o iPhone da Apple e o iPhone 7 e 7S não são uma exceção. A tela de LCD Full HD de 1080x1920p demonstra sua potência com uma CPU A10 Fusion de quatro núcleos que, combinada com o iOS da Apple, oferece um desempenho extremamente impressionante na maioria dos aplicativos.

  1. Samsung Galaxy S8

galaxy s8 celular jogos
Créditos da imagem: Samsung

Apesar de todos os dispositivos nesta lista estarem equipados para enfrentar o desafio de oferecer desempenho para jogos decente, o novo S8 e S8 plus da Samsung leva os jogos de celular para patamar completamente novo. Com um processador Qualcomm Snapdragon 835 de oito núcleos, 4GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, o Samsung S8 possui o primeiro processador de 10nm do mundo, que não só supera todos os rivais, mas com 20% de potência a menos. Combine esta potência de computação com uma GPU que a Samsung diz ser 50% mais capaz do que os modelos anteriores, significando que até mesmo os aplicativos com os gráficos mais intensos devem rodar suavemente. A capacidade de o dispositivo se conectar a dispositivos de armazenamento externo significa que o seu espaço nunca acabará e, a verdadeira cereja do bolo, com o Samsung DeX, é possível conectar o seu Galaxy S8 ou S8+ a um monitor, teclado e mouse para ter uma experiência completa de computador de mesa.

Leiam também:  Olhar muito o celular é perigoso: são até 27,2kg sobre sua cervical

materia completa