Uma novo formato de negócio surgiu nos últimos meses: venda de smartphones usados. Eu sei que vender smartphones usados é antigo, o Mercado Livre e outros sites similares estão ai já fazem anos. Mas a novidade são sites especializados em comprar esses aparelhos. A venda nesses sites é bem simples: você indica qual o seu modelo de smartphone, eles oferecem um preço e o negócio está fechado. Claro que há fatores atenuantes como a localização do smartphone ou mesmo o estado dele, quanto mais aparência de novo ele está mais será oferecido por ele. Depois disso, as lojas dão um revisada nos aparelho e revendem nos próprios sites, embora alguns ainda só estejam comprando. Nesse negócio, 4 lojas se destacam: Uzlet, ZiggoRedial Brused . Está última somente compra aparelhos da Apple (iPhones, iPods e IPads).

iphone-5s-review-11

Leiam também: Saiba como comprar o smartphone perfeito para você

Uma dica se você se interessou em vender seu antigo smartphone é que há bastante discrepância entre as lojas, ou seja, o valor que uma oferece por um aparelho pode ser bem diferente da outra. Por exemplo, suponhamos que você queira vender um iPhone 5 de 16GB novo, com pouco sinal de uso. A Uzlet oferece para você 650 reais, já a Ziggo oferece 900 Reais e a Brused 910 Reais. Por outro lado, no caso do LG Optimus G, as lojas se invertem. Na Uzlet é oferecido 450 Reais enquanto a Ziggo oferece apenas 196 Reais! No fim das contas, o bom é pesquisar mesmo qual das lojas paga mais.

Quais são os melhores smartphones que custam menos de 1000 Reais? Cliquem e confiram.

O procedimento de cada um é muito similar. O usuário deve enviar o produto para eles. O gadget é analisado, o estado de conservação é constatado pela empresa e o dinheiro é depositado na conta do “vendedor”. Mas antes que perguntem, você não corre o risco de compra um celular roubado. Quando alguém alerta uma operadora que teve um smartphone roubado, o número do IMEI é cadastrado em um banco da Anatel. As empresas, antes de comprar o smartphone, consultam esse banco de dados da Anatel para verificar se o celular foi ou não roubado.

Sem comentários

Deixe uma resposta