Real Time Analytics
Dicas

Como tirar fotos com smartphones, 7 excelentes dicas

Aos poucos os smartphones praticamente substituirão as câmeras point-in-shoot. Obviamente para fotos comuns, pois nada substitui uma DLSR para trabalhos mais profissionais. Para quem gosta de tirar fotos com smartphones, o site Techeblog postou uma série com 7 dicas de como aproveitar ao máximo seu smartphone e tirar fotos bem bacanas. Algumas dicas envolvem algumas gambiarras, mas o resultado é bem legal, como o macro com gota de água. Vejam abaixo.

dicas de fotos smartphones

Via Rodrigostoledo

 

Leiam também:  Faça a bateria do smartphone durar o dia todo com essas dicas

Seja o primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas, Noticias

Como comprar smartphones direto da China. O Guia completo.

Como comprar celular direto da China? Como comprar smartphones com Android da China? É seguro comprar celular da China? Smartphones…

Como comprar celular direto da China? Como comprar smartphones com Android da China? É seguro comprar celular da China? Smartphones chineses são bons? Quais os melhores smartphones chineses? Os smartphones chineses ganharam o Brasil no youtube e sites de tecnologia. Mas escolher onde e como comprar é sempre difícil. É exatamente sobre isso que falaremos nesse artigo.

Leiam também – Melhores smartphones chineses para se comprar hoje

Guia – Como comprar smartphones chineses baratos no Brasil

Comprar no Brasil está cada vez mais difícil, ainda mais smartphones que ultimamente chegam a passar de R$ 4 Mil, valor mais alto que 90% do salário dos brasileiros. Não é por menos: comumente, o país é conhecido como um dos mais caros do mundo. Por isso comprar smartphones de outros países é uma das melhores saídas.

Embora seja possível comprar de qualquer país, os smartphones chineses são hoje de longe as melhores opção, justamente por conter o maior número de fábricas e marcas locais que fazem excelentes smartphones. E esqueça o termo “xing-ling”, isso é coisa do passado. Há alguns anos que a China vem usando sua expertise em copiar grandes marcas para criar suas próprias marcas. Devido a isso ouve um grande “boom” de marcas chinesas que hoje figuram entre os maiores fabricantes do mundo: Xiaomi, Lenovo, Leeco, Huawei e outras. Além disso, toda as marcas famosas no ocidente também possuem fábricas lá, como por exemplo a Apple. Então, por que não comprar diretamente da fonte?

1 – Escolha a loja certa.

Existem muitas lojas na China, obviamente. Muitas delas enviam para o Brasil, mas devemos tomar cuidado e comprarmos smartphones chineses com segurança. A primeira opção que vem na cabeça de todos, e a maioria compra lá, é no Aliexpress. Mas vai uma ressalva: o Aliexpress não é uma loja e sim um intermediador. É o “Mercado Livre” ou Ebay da China. Assim você pode encontrar bons e mal vendedores. Além disso eles não possuem seguro completo do produto. Eu sempre compro por lá porque o preço normalmente é menor, porém não o mais seguro, ainda mais se você vai gastar mais de R$ 1 Mil em um celular.

smartphones chineses gearbest

Como somos um canal de noticias já conceituado no Brasil há 8 anos, naturalmente temos alguns parceiros, inclusive algumas lojas de produtos chineses. Dentre várias, há 2 melhores lojas chinesas que eu mais indico. A primeira é a Gearbest. Se trata de uma loja de verdade, com estoque e tudo. Além disso eles possuem armazéns em alguns países da Europa e não só na China. Outro fator é que com apenas poucos dólares, que nunca passa de U$ 5, você tem seguro completo da compra. Ou seja, se algo dar errado, eles devolvem o dinheiro na íntegra.

Leiam também:  Saiba como vender seu smartphone usado

Mas André, só na Gearbest que é legal comprar? Claro que não, essa é minha primeira opção. A segunda opção é a Banggod. Essa tem os mesmos prós da Gearbest. Dai é questão de escolher o melhor preço.

2 – Analise bem o preço

Se você resolver comprar um smartphone chinês, já escolheu o lugar e o aparelho, agora vem o mais importante: o preço.

O preço de produtos de smartphones chineses em sites da China em geral compensa, mesmo com o dólar alto. Alguns exemplos: Atualmente você pode comprar na Banggood o Lenovo P2. Ele custa cerca de 800 Reais. No papel ele é melhor que qualquer smartphone intermediário brasileiro que custe menos de R$ 1500. Com tops de linha acontece o mesmo. O Xiaomi Mi6 está custando cerca de 1400 Reais atualmente na Gearbest. No nível dele no Brasil, só há o Galaxy S8 que beira os 3 Mil Reais.

3 – Sites chineses aceitam parcelar a compra?

Aqui outra dica, atualmente só duas lojas aceitam parcelamento de compras, adivinhem quais? BangGood e Gearbest. Ambas trabalham com outra empresa brasileira na hora de processar pagamentos. Sendo assim, elas aceita pagamento parcelado, mas com juros. Porem vai uma dica, se você estiver lendo esse artigo entre Julho e Agosto de 2017, saiba que a Gearbest está vendendo produtos em 6X sem juros no cartão de crédito. Ai vem outra pergunta….

4 – Lojas chinesas aceitam comprar com cartão de crédito nacional?

Olha que maravilha, as duas lojas que citei aceitam comprar com cartões de crédito brasileiros. Como a empresa que processa os pagamentos é brasileira, automaticamente eles aceitam qualquer bandeira nacional

4.1 – Existe cobrança de IOF nos cartões de crédito?

Na Gearbest e na Banggood não há cobrança de IOF! Isso mesmo, apesar de estar comprando em uma loja de outro pais, essas duas lojas não cobram IOF como taxa de câmbio internacional, que normalmente é 6%. Como a loja que opera os pagamentos é brasileira, você paga para essa empresa e depois ela repassa para as lojas chinesas, por isso  não é cobrado. É como comprar em qualquer loja on-line brasileira.

Leiam também:  Como usar a nova Assistente virtual Bixby do Galaxy S8 no Galaxy S7

5 – Vai ter imposto, não adianta sonhar

É hora de ser realista. Acredite: vai ter incidência de imposto. Tem “tutoriais” por ai que ensinam “truques” de mandar o vendedor declarar abaixo de U$ 50, como brinquedo, objeto sexual e etc. Não existe nada disso, lembre-se que existe raio-X na receita federal, eles sabem muito bem o que tem dentro do pacote. Outra lenda é que sempre serão cobrados 60% em cima do valor, isso teoricamente e segundo a lei é verdade. Mas a verdade mesmo é que não existe fórmula secreta, os fiscais cobram o que quiser e pronto. Eu mesmo já fui taxado na mesma semana em R$ 75 e R$ 205 no mesmo modelo de celular que veio da mesma loja. Acho que é o humor do fiscal mesmo.

Agora não adianta tentar enrolar, é só raciocinar: Se você é fiscal e olha em um Raio-X um iPhone, dai na nota tá escrito que é um vibrador de 15 dólares, o que você faria? Eu iria no site da Apple, veria o preço do iPhone mais caro e cobraria de imposto 60% de imposto só pelo fato de tentar me fazer de idiota. #ficadica

Por isso aconselho fortemente lojas chinesas como a Gearbest e a Banggood na hora de comprar smartphones chineses. Eles sabem o que estão fazendo e estão acostumados. Eles já colocam o que tem que colocar e pronto.

Já fizemos um vídeo onde também damos dicas de como comprar smartphones chineses diretamente de lojas chinesas.

Como comprar smartphones chineses em sites chineses

Agora que você já escolheu a loja, o smartphone e até já sabe que há 99% de chances de você ser taxado, é hora de fechar a compra. Veja abaixo um passo de como fazer. Existem muitas lojas para comprar e cada uma tem um procedimento, como estou indicando a Gearbest desde o começo, o tutorial é baseado nessa loja.

1º Passo de como comprar smartphones chineses

Acesse o site da gearbest e clique no canto superior direito para fazer login, ou criar uma conta caso ainda não tenha.

2º Passo de como comprar smartphones chineses

Crie uma conta com e-mail e senha ou, da maneira mais fácil, use suas contas já existentes do Facebook ou do Google.

4º Passo de como comprar smartphones chineses

Dentro da categoria de smartphones, você já vê logo os smartphones em destaque da loja. O legal é que sempre há smartphones em ofertas, identificados com a etiqueta laranja com a porcentagem de desconto, mas não se iludam. Assim como no Brasil as vezes os descontos são baseados no preço de lançamento, que no fim das contas é o mesmo preço que em outras lojas.

5º Passo de como comprar smartphones chineses

Selecione um modelo para ver mais detalhes. Preste muita atenção no preço, nas cores disponíveis, e confira todas as fotos. Na dúvida se uma marca é confiável? Busque por matérias no TudoCelular sobre o lançamento, como é o caso de um dos reis dos intermediários, o Redmi 3 Pro, da Xiaomi. Ao final, adicione o smartphone ao carrinho em “Adicionar ao cartão”.

6º Passo de como comprar smartphones chineses

Acesse seu carrinho no menu superior para prosseguir com a compra.

7º Passo de como comprar smartphones chineses

Repare que, na hora da compra, o site informa que o produto tem 45 dias de garantia de devolução do dinheiro, além de praticamente um ano de cobertura contra defeitos – eventuais problemas com a entrega ou o aparelho podem ser resolvidos online, por meio da sua conta.

8º Passo de como comprar smartphones chineses

Ao clicar em “Fazer o check-out”, você deverá preencher o formulário com o seu endereço e avançar.

9º Passo de como comprar smartphones chineses

Escolha o frete. O valor irá mudar conforme a agilidade do serviço. Para compras da China, espere por cerca de duas semanas para entregas gratuitas – em muitos casos, esse prazo pode diminuir. Sempre que disponível, selecione o Correio Aéreo Registrado (Registered Air Mail) para obter o código de rastreio da encomenda.

10º Passo de como comprar smartphones chineses

Por fim, escolha um método de pagamento. Prefira sites que trabalhem com PayPal, um serviço reconhecido por sua segurança, de modo que os dados do seu cartão de crédito internacional estejam sempre seguros. Há também opção de boleto bancário.

Depois de escolher, clique em “Faça sua compra” no rodapé da página para logar no PayPal ou baixar o boleto para concluir a transação.

smartphones chineses gearbest

materia completa
Dicas

Como usar a nova Assistente virtual Bixby do Galaxy S8 no Galaxy S7

Uma das novidades que o Galaxy S8 trouxe, em termos de software, foi a nova assistente virtual Bixby. Feita pelos…

Uma das novidades que o Galaxy S8 trouxe, em termos de software, foi a nova assistente virtual Bixby. Feita pelos mesmos criadores da Siri, ela trás como diferencial uma total integração com o smartphone além de uma tecnologia de inteligência artificial que aprende com o usuário. Como disse no vídeo que comento a respeito do S8, provavelmente a Samsung iria liberar ela em algum momento para o S7. Já dá para usar no S7, mas de forma não oficial. Saiba como abaixo.

A nova assistente virtual da Samsung, chamada de Bixby, mostrou-se capaz de realizar várias tarefas como, por exemplo, interagir diretamente com diversos recursos e apps de sistema, bem como indicar informações sobre produtos através da câmera, graças a seu sistema inteligente de busca. Porém o pessoal do XDA já conseguiu fazer que a Bixby funcione no Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge. É uma boa oporunidade de testar a novidade antes de pagar a fortuna que o S8 irá custar.

 

Antes de mais nada, para o procedimento, que foi divulgado no fórum XDA, é necessário que o aparelho esteja rodando o launcher do Galaxy S8. Para sua alegria, já ensinamos como instalar o launcher, basta clicar aqui. Mas já adiantamos que é necessário estar rodando o Android Nougat.

Como instalar a Bixby no Galaxy S7

Após ter baixado e instalado o launcher do Galaxy S8, com ele funcionando, siga os passos a seguir para ter a Bixby rodando em seu smartphone Samsung:

  1. Baixe e instale o APK da Bixby
  2. Dê um toque longo na tela para abrir as configurações do launcher do Galaxy S8
  3. Ative a assistente nas opções da Hello Bixby
  4. Reinicie o seu aparelho
  5. Deslize para a esquerda para acessar a Bixby Home
Leiam também:  Como usar a nova Assistente virtual Bixby do Galaxy S8 no Galaxy S7

Obviamente nem todas as funçoes da Bixby estão funcionando no Galaxy S7, afinal é um por não oficial e ainda não lançado oficialmente, já que nem o S8 está a venda. Uma das importantes funções ainda não funcional é a ativação por voz.

Outro detalhe é que alguns serviços são limitados a determinados mercados; como Bixby foi lançada falando apenas dois idiomas (inglês e coreano), é possível que utilizando o sistema em nossa língua nativa não tenhamos acesso a alguns deles. Sem falar nos bug. Repito: é uma solução não-oficial.

materia completa
Dicas

Saiba como vender seu smartphone usado

Uma novo formato de negócio surgiu nos últimos meses: venda de smartphones usados. Eu sei que vender smartphones usados é…

Uma novo formato de negócio surgiu nos últimos meses: venda de smartphones usados. Eu sei que vender smartphones usados é antigo, o Mercado Livre e outros sites similares estão ai já fazem anos. Mas a novidade são sites especializados em comprar esses aparelhos. A venda nesses sites é bem simples: você indica qual o seu modelo de smartphone, eles oferecem um preço e o negócio está fechado. Claro que há fatores atenuantes como a localização do smartphone ou mesmo o estado dele, quanto mais aparência de novo ele está mais será oferecido por ele. Depois disso, as lojas dão um revisada nos aparelho e revendem nos próprios sites, embora alguns ainda só estejam comprando. Nesse negócio, 4 lojas se destacam: Uzlet, ZiggoRedial Brused . Está última somente compra aparelhos da Apple (iPhones, iPods e IPads).

iphone-5s-review-11

Leiam também: Saiba como comprar o smartphone perfeito para você

Uma dica se você se interessou em vender seu antigo smartphone é que há bastante discrepância entre as lojas, ou seja, o valor que uma oferece por um aparelho pode ser bem diferente da outra. Por exemplo, suponhamos que você queira vender um iPhone 5 de 16GB novo, com pouco sinal de uso. A Uzlet oferece para você 650 reais, já a Ziggo oferece 900 Reais e a Brused 910 Reais. Por outro lado, no caso do LG Optimus G, as lojas se invertem. Na Uzlet é oferecido 450 Reais enquanto a Ziggo oferece apenas 196 Reais! No fim das contas, o bom é pesquisar mesmo qual das lojas paga mais.

Quais são os melhores smartphones que custam menos de 1000 Reais? Cliquem e confiram.

O procedimento de cada um é muito similar. O usuário deve enviar o produto para eles. O gadget é analisado, o estado de conservação é constatado pela empresa e o dinheiro é depositado na conta do “vendedor”. Mas antes que perguntem, você não corre o risco de compra um celular roubado. Quando alguém alerta uma operadora que teve um smartphone roubado, o número do IMEI é cadastrado em um banco da Anatel. As empresas, antes de comprar o smartphone, consultam esse banco de dados da Anatel para verificar se o celular foi ou não roubado.

Leiam também:  Saiba como vender seu smartphone usado

materia completa
destaques, Dicas

Faça a bateria do smartphone durar o dia todo com essas dicas

Embora os hardwares dos smartphones tenham evoluído muito, se comparador com outros produtos tecnológicos de consumo, existe um aspecto nos…

Embora os hardwares dos smartphones tenham evoluído muito, se comparador com outros produtos tecnológicos de consumo, existe um aspecto nos smartphones que evolui a passo de tartaruga: a bateria. em qualquer marca ou sistema, a duração da bateria é no geral um ponto negativo e pouco difere entre si. Somando isso ao uso excessivo dos smartphones, para praticamente tudo no dia a dia, ter um smartphone com bateria carregada ao fim do dia é um desafio quase impossível. Porém, existem algumas dicas simples que podem fazer uma enorme diferença e te ajudar a garantir que você tenha pelo menos um pouco de carga ao fim de um dia. Nesse artigo, iremos nos concentrar em algo simples: as configurações de software.

Seja qual for o sistema operacional: Android, iOS, Windows Phone ou Blackberry, existem alguns ajustes nas configurações que podem ajudar em muito a você economizar a bateria do seu smartphone. Relacionamos abaixo algumas dicas.

Desligue o que não estiver usando

O que caracteriza hoje um smartphone são suas conexões. A maioria dos smartphones atuais é repleta de formas de comunicação, ai que vem o ponto principal: na maioria das vezes nem todas são usadas durante o dia todo. Por exemplo: Quem ai utiliza o GPS o dia inteiro? Aposto que poucos de vocês. O GPS é um dos sensores que mais consomem energia no celular. Deixar ele ligado vai te poupar uma boa quantidade de carga. Faça uma lista do que você usa durante o dia: GPS, Wi-Fi, Bluetooth, 3G, 4G e NFC. A regra é simples: Se não usa, não deixe ligado.

Grande parte dos smartphones tem atalhos e maneiras simples de ligar e desligar esses recursos, portanto, use-os. Se não for usar outro dispositivo pareado com o seu celular por Bluetooth, desligue. Se estiver na rua, sem qualquer rede Wi-Fi aberta, desligue. E assim vai.

Leiam também:  Como usar a nova Assistente virtual Bixby do Galaxy S8 no Galaxy S7

Diminua o brilho da tela

Regular o brilho da tela para um nível muito alto consome mais energia da bateria, na realidade se você for no Android e verificar o que mais está gastando bateria, provavelmente a tela estará em primeiro lugar. Deixar a tela mais escura, portanto, vai ajudar a bateria a durar mais.

control_center_iphone_hero

Em smartphones com a opção de regulagem automática ativá-la é uma boa opção. Com isso, ele vai se adaptar e em locais com pouco iluminação sua tela ficará mais escura também.

Verifique como está o sinal da sua operadora

Quando o smartphone está em um lugar com sinal ruim (ou sem sinal) ele se esforça mais para encontrar sinal. Isso faz com que a energia da bateria seja consumida mais rapidamente.

Se você estiver em algum lugar onde o sinal está ruim e você não precisar usar a rede, desative a rede móvel, ou coloque o aparelho em modo avião.

Desative as notificações (olha o vício nas redes sociais!)

Para saber se você foi citado no Facebook, no Twitter ou checar seu e-mail, o smartphone precisa se comunicar com o serviço. Nas configurações do seu smartphone é possível escolher quais apps irão fazer isso automaticamente. Deixar apenas aplicativos essenciais com as notificações ligadas ajuda a consumir menos energia. Outros tipos de notificações como e-mails, SMSs, atualizações de apps, etc. Todas essas são configuráveis.

prioridade-notificacoes-android-l

Aqui uma dica saudável: Na maioria dos casos, não é necessário que você fique olhando o que há de novo de minuto em minuto nas redes sociais. Desativar as notificações de redes sociais, além de economizar energia, te garante uma vida social mais saudável =)

Leiam também:  Saiba como vender seu smartphone usado

Use o modo de economia de energia

Muitos smartphones à venda têm alguma forma automática de economia de energia. Um exemplo é o Samsung Galaxy S5. Ele tem um modo de economia extrema, que chega a deixar a tela em preto e branco para gastar menos. Os smartphones da Sony possuem o modo Stamina que desliga automaticamente todas as conexões quando o celular está em Stand-by. A LG também possui um modo economia parecido nos seus smartphones mais avançados.

stamina

Além disso, existem muitos aplicativos em todas as lojas que servem exatamente para isso. Basta procurar um.

Cuidado com papéis de parede animados e Widgets

Tanto o iOS quanto o Android têm uma série de papeis de parede animados. Isso pode ser bacana ou bonitinho, mas vai tirar algum tempo de bateria no final do dia. Escolher um papel de parede estático ajuda a economizar bateria.

No Android e Windows Phone ainda há a questão dos Widgets, no caso do Android e dos “Live Tiles” no Windows Phone. No Android você pode configurar vários Widgets na tela, a maioria são realmente úteis. Mas tome cuidado com os que mostram informações online: Widget de tempo, de noticias e redes sociais. No geral, eles automaticamente se conectam a internet para atualizar as informações. Isso obviamente consome bastante energia. Alguns de redes sociais até baixam fotos para exibir nos Widgets. A dica aqui é simples, ou aumente o tempo de sincronização deles, ou simplesmente desligue.

No Windows Phone há os Lives Tiles, as dicas acima dadas para o Android são exatamente as mesmas para os tiles do Windows Phone.

Abuse do modo avião

modoaviao

Caso o smartphone esteja dando seus últimos respiros pode ser preciso ativar o modo avião. É uma boa dica para quem sabe que vai precisar do aparelho depois, mas que não precisa dele no momento. Ela é boa para quem precisa acessar arquivos armazenados no smartphone, mas não precisa se conectar à internet ou à rede celular.

Leiam também:  Faça a bateria do smartphone durar o dia todo com essas dicas

Dica extra: Compre um case com bateria ou carregador externo

Para as bateria que já não aguentam o dia todo, uma alternativa são as capas com baterias . É preciso carrega-las em uma tomada convencional. Na hora do desespero, com a bateria chegando ao fim, é só acoplar a capa ou então conectar a bateria ao smartphone.

bateria externa

Outra dica são as baterias externas. Hoje em dia a maioria dos fabricantes vendem elas como acessórios, normalmente essas são mais caras. Mas existem marcas de terceiros confiáveis que praticam preços menores. A vantagem frente aos cases são as capacidades variadas. Existem bateria que normalmente são do tamanho do próprio celular que possuem capacidades de até 2 ou 3 vezes mais que o próprio smartphone. Isso significa pelo menos 1 ou 2 dias a mais de carga para seu smartphone!

Gostaram das dicas? E vocês, o que tem feito para aumentar a vida útil da bateria dos seus queridos smartphones? Compartilhe conosco abaixo nos comentários!

materia completa