Gradiente_Apple_destaque

Chega ao fim a novela. Depois da Gradiente lançar legalmente um celular que tem o nome iPhone, já que ela tinha o direito de uso do nome no Brasil. Mas agora a resposta oficial por parte do INPI é que a Apple perdeu o direito de utilização do nome. A próxima edição da revista do INPI que sai no dia 5 de fevereiro já trará o nome “iPhone” da Apple rejeitado para o uso em celulares ou qualquer outra coisa que a empresa produza relacionada a telefonia.

Gradiente_Apple_destaque

Só para lembrar, a empresa IGB Eletrônica que comprou a Gradiente depois de uma quase falência desde 2008 tem o direito sobre o nome iPhone. Ela pediu isso em 2000, ou seja, bem antes mesmo do iPhone da Apple ser criado. A Apple não vai perder só o uso do nome no seu celular, ela solicitou ao INPI o direito sobre a marca iPhone para diversos segmentos depois da Gradiente, em 2006, 2007, 2010 e 2011. Há dois anos, a companhia obteve autorização para usar a marca em “artigos de vestuário, calçados e chapelaria” e manuais de instrução. Mas os pedidos referentes a produtos que podem conflitar com o conceito de celular ainda não tinham sido completamente examinados pelo INPI em todos esses anos.

Dessa vez a Apple perdeu, é a segunda vez que isso acontece já que a empresa também perdeu o direito do nome iPhone no México.

Sem comentários

Deixe uma resposta