Apesar de as guerras ainda se travarem homem contra homem um novo front de combate vem sendo aberto junto com as conquistas da TI: o próprio ciberespaço. Ao negar ao inimigo o acesso a sua cadeia-de-comando, cortando a sua rede de informações. O problema para nós, cidadão comuns, é que esta guerra não limita-se aos meios militares tradicionais.

O CEO da Kaspersky, Eugene Kaspersky, maior empresa de antivírus do mundo alerta para a guerra cibernética atualmente em curso.

Eugene já trabalhou para o Ministério da Defesa da então União Soviética, em 1989, e teve o seu computador pessoal infectado pelo vírus Cascade. Este fato colocou o bichinho carpinteiro a trabalhar em sua mente e em 1997 ele largou o emprego no Governo e fundou a Kaspersky Lab.

A Kaspersky Lab se autointitula a maior desenvolvedora de softwares de proteção de computadores do mundo. Um autoelogio é sempre algo duvidoso, mas é inegável que eles fazem um ótimo trabalho e que realmente seus 300 milhões de usuários em todo o mundo podem preocupar-se um pouquinho menos com a segurança digital.

Entre os feitos do Kaspersky Lab esta a descoberta, em 2009, do vírus Flame, que vem fazendo os iranianos perder o bom humor. O Flame parece ter sido desenvolvido para atacar especificamente a rede de controle das centrífugas de urânio do Irã.

A poucos dias atrás Eugene, 46, concedeu uma entrevista a Folha onde ele alerta dos perigos que o ciberespaço não monitorado pode trazer para a vida do cidadão comum, como um total blackout de serviços hospitalares, energéticos etc. Ele também prevê a criação de uma entidade global de segurança cibernética.

Siga este link e leia a entrevista completa de Eugene Kaspersky.

E você? Anda clicando em qualquer link para ver a última foto escandalosa daquele astro hollywoodiano? Você pode estar abrindo a porta para um cibercriminoso. Você já foi infectado e já teve de mandar formatar todo o seu micro? Já perdeu dados? Deixe ai seu comentário e junte-se a discussão.

2 Comentários

  1. eu tomo os cuidados basicos….nao abro e deleto e-mails suspeitos , nao entro em sites suspeitos , uso anti virus pago…..nao empresto meu lap top para terceiros…..e desde 1996 nunca formatei devido a virus.

  2. Já trabalhei em manutenção e tivemos um cliente que vira e mexe estava com seu micro infectado. É que ele andava acessando muitos sites suspeitos apesar da idade.

    Eu nunca precisei reformatar nada por causa de vírus até hoje…

Deixe uma resposta