Nokia-logo

Nokia-logo

Os últimos anos não tem sido nada fáceis para a Nokia, a outrora líder mundial de celulares e smartphones vem sofrendo muito com a concorrência desde meados de 2007 onde novos produtos, como o iPhone, trouxeram algo totalmente diferente e que agradou muito os usuários e depois de várias tentativas e vários fracassos, a Nokia perdeu o post de número 1 no mercado de smartphones.

A queda da liderança e a mudança drástica de sistema operacional, passando a usar o Windows Phone como principal OS faz do lançamento dos novos Lumia 800 e 710 um ponto chave nessa transição e irá determinar se a Nokia irá ou não recuperar a coroa da liderança.

Separamos 10 razões que podem determinar o sucesso ou a queda da Nokia a partir desse momento:

Por que a Nokia poderá ter sucesso novamente 

1. Força no mercado mundial

Se alguma coisa vai salvar a Nokia, o Windows Phone 7 atualmente pode ser o canal para isso. A Nokia embora não seja líder na venda de smartphones é disparada líder absoluta no comércio de celulares simples e isso faz com que a empresa tenha rotas para os mercados de todo o globo, permitindo-lhe assim enviar grandes volumes de dispositivos para todas lojas sem se preocupar com problemas de fornecimento o que é comum acontecer com o iPhone por exemplo.

lumia800pressgallery-03

Esse fato em si não irá ajudar nas vendas, mas graças ao fato da Nokia vender para todos os mercados ela pode ajudar a disseminar o sistema Windows Phone para todos os cantos do mundo já que atualmente ele só faz relativo sucesso nos EUA e na Europa ninguém quer saber do WP7, até agora, já que lá é a casa da Nokia e a força da marca pode mudar a ideia dos usuários, fato esse que já está acontecendo com o Lumia 800 que segundo a empresa vem superando as expectativas em sua pré-venda por lá.

2.Mercados emergentes

A Nokia sempre investiu em mercados emergentes tornando-se líder em todos eles. No evento Nokia World que ocorreu em outubro, eles destacaram quatro dispositivos low-end para regiões como Índia, Brasil e outras economias em crescimento, mostrando que a Nokia vê esses mercados como os mais importantes para o seu futuro.

O Brasil é um grande exemplo, todas as grandes marcas estão investindo alto em comercializar seus aparelhos aqui (menos a HTC) fato esse comprovado em lançamentos que chegaram aqui antes de países do primeiro mundo como por exemplo o Motorola RAZR.

Porém a concorrência com o Android será acirrada nesses mercados já que o robozinho tem vários aparelhos baratos sendo vendidos, no Brasil por exemplo nunca antes houve tantos smartphones ativados e o grande responsável foi o Android, ele fez o que o Symbian não conseguiu em anos.

Mas a Nokia ainda tem um nome forte e se o marketing em cima do Windows Phone for bom, ela pode ganhar essa batalha

3. Reputação

Sim, a Nokia ainda tem a reputação de ser o maior fabricante de celulares do mundo e vários dos seus modelos se mantém famosos como os melhores de todos os tempos: N95 e E71 são exemplos, sem contar outros como o primitivo 3310 que realmente abriu o caminho para a explosão de celulares no mundo no início de 2000.

A marca pode ter perdido alguns de seus prestígio nos últimos anos por ficar com o Symbian por muito tempo, mas a Nokia ainda tem claramente o que é preciso para um projeto dar certo: O Lumia 800. Ele é relativamente potente, moderno e um dos telefones mais bonitos já feitos, isso pode fazer toda a diferença.

Outro fato é que a Nokia tem uma base de fãs leais, os Nokias fanboys povoam a interwebs e nunca, nunca mudarão para outra marca.

4.O uso do Windows Phone 7

Nokia-Microsoft
Vamos ser amigos?

Embora a Microsoft nunca tenha alcançado o topo no mercado mobile, muitos acreditam que com o Windows Phone 7 possa ser diferente pois é um sistema bem feito que tem impressionado a todos de forma positiva.

O Windows Phone quebrou aquela coisa que sistema tem que ter icones, isso fez com ele se diferenciasse do Android e do iOS além que os recursos contidos na ultima atualização,  o Mango, deixaram a plataforma de igual para igual com os líderes de mercado em termos de funcionalidade centrais, não estou me referindo a quantidade de aplicativos ou jogos, mas tirando um Android e um Windows Phone da caixa, eles são capazes de fazerem exatamente a mesma coisa, aplicativos é coisa de tempo.

O simples fato de ter diversas aplicações nativas da Microsoft como o Office, hotmail, exchange dentre outros já eleva a qualidade do aparelho e somando a politica da Microsoft de não aprovar qualquer coisa na Market placa eleva a qualidade de aplicações que embora não ostente números como o Android e iOS a proporção de aplicativos REALMENTE úteis é mais elevada, olhando por esse modo a decisão da Nokia de ser a peça chave do Windows Phone 7 pode ter tido certeira afinal ela não será apenas mais uma marca comercializando o Android.

5. Problemas legais relacionados a patentes

Outro interessante fato é que a Nokia não precisará ficar brigando na justiça por questões legais envolvendo patentes, coisa que o Google e seu Android vem enfrentando muito contra a Apple e a Oracle só para citar um exemplo, lembrando que o Google desembolsou 12,5 bilhões de dólares para comprar a Motorola para minimizar esses problemas com patentes. A situação é até inversa já que parceiros do Google como Samsung e HTC até mesmo assinaram acordos com a Microsoft (pagando a ela) para a MS não ir a justiça brigar por patentes.

Porque a Nokia pode fracassar de vez

1. Demasiado lento para o mercado

A Nokia é lenta, muito lentar para apresentar seus produtos. Quando a Nokia anunciou o N8 em 2010 o mundo móvel rolou seus olhos e se perguntou o que raios estava acontecendo la na Finlândia que estava tapando os olhos da Nokia para o que estava acontecendo no mundo. O dispositivo foi perfeitamente aceitável, mas não era nada mais do que uma versão melhorada dos seus antigos fracassos, nada de novo foi apresentado.

O N8 resumiu tudo o que estava errado com a Nokia. A empresa não conseguiu perceber que o mercado tinha mudado totalmente, devido à ascensão da Apple e Android, e ela estava obstinadamente presa a um sistema operacional e estilo de telefone que claramente refletia seu passado.

Isso é tão verdade que quando Stephen Elop assumiu a Nokia disse que a empresa estava de pé sobre uma plataforma de petróleo queimando.

Eloop então começou a mudas as coisas começando por demitir muitos funcionários e anunciar o uso do Windows Phone 7. Porém mais uma vez ela se mostrou falha no timing, pois enquanto todo mês era lançado um novo Android mais poderoso a Nokia demorou para mostrar novos aparelhos, somente agora depois de quase 4 anos de crise que ela mostrou algo relativamente novo, os novos Windows Phones porém o cenário está totalmente dominado pelo Android e iPhone e a pergunta que fica no ar: Será que não é tarde demais para recuperar mercado?

O Lumia é um ótimo dispositivo e  sem dúvida há mais para vir, porém nada de novo em relação a concorrência foi mostrado.

2. Domínio da Apple e do Android e suas inovações

Apple e Android têm seus problemas, como foi observado, mas eles também têm uma vantagem enorme de mercado em relação a Nokia. Android é agora a plataforma de escolha para quase todos os outros fabricante de celulares do planeta.

Tudo o que acontece no mundo iPhone é copiado hoje em dia, basta um rumor sobre novo iPhone ou novo iOS que rapidamente se espelha na internet e a concorrência logo se coça para tentar se igualar, o último exemplo foi o Siri, embora não seja algo novo ele simplesmente dominou os sites especializados durante dias e até hoje ainda é manchete

A Nokia tem uma verdadeira montanha para escalar que separa ela do momento atual em torno da Apple e do Android, é um trabalho contra duas das empresas mais inovadoras do mercado atualmente que ela está na frente dela.

3. Dormir com o desconhecido

O Windows Phone 7 tem arrancado elogios por todos os lugares, como observado acima, mas esse acordo com a Microsoft ainda é incerto e a Nokia que sempre foi auto-suficiente em termos de software ainda pode vir a lamentar ceder o controle de seu software a um estranho.

Nokia tem perdido a capacidade de inovar e atualizar seus softwares e percebendo isso Eloop entregou esta responsabilidade para a Microsoft. Por exemplo, hoje a Nokia dá um exemplo de como atualizar frequentemente até aparelhos antigos, mas com o Windows Phone 7 é diferente, o lançamento de futuras atualizações para celulares Nokia dependerá da Microsoft, e sabemos que ela no passado não muito distante com o Windows Mobile teve problemas com isso.

Já pararam para pensar que a Microsoft é líder absoluta no segmento de software para computadores e ganha muito, mas muito dinheiro com isso? e se o Windows Phone não trazer o retorno financeiro que ele querem e o entusiasmo para continuar a desenvolver a plataforma diminuir? isso deixaria a Nokia com as mão abanando.

4.Dificuldade em convencer as pessoas a começarem a usar uma nova plataforma

A segunda grande questão com a adoção do Windows Phone 7 é que as pessoas que usam o Android e o iPhone detestam mudar de plataforma e começar tudo do zero, conheço pessoas que já o dinheiro gasto na compra de aplicativos dá para comprar outro celular, como que essa pessoa vai abandonar tudo para começar do zero em uma nova plataforma? isso é dificil.

Além disso, os desenvolvedores ainda estão com um pé atrás para desenvolver para o Windows Phone 7, eles estão esperando para ver se os aparelhos da Nokia irão fazer sucesso e a Nokia depende deles para que o Windows Phone tenha sucesso, é um circulo vicioso! enquanto isso o número de aplicativos para Android e iOS só aumentam.

5.Competição dispositivo

Nokia fez um grande alarde sobre o lançamento do Lumia 800, o seu telefone mais importante nos últimos em anos, mas o aparelho foi um pouco ofuscado pela chegada do Samsung Galaxy Nexus rodando o Android 4.0 Ice Cream Sandwich.

Enquanto isso, fabricantes como HTC e Motorola continuam a produzir dispositivos super high-ends, com super processadores de dezenas de núcleos, resistentes a tudo, telas do tamanho de tablets e etc. Por mais que eu concorde que esses hardwares nem sempre fazem tanta diferença, muitos ficam enfeitiçados pela quantidade de núcleos que um aparelho tem, fora as propagandas que dizem que os que não são iguais são lixos.

Resumindo, qualquer coisa que a Nokia faça, os seus esforços serão sempre diluídos pelo grande volume de concorrentes no mercado com propagandas atraindo compradores de novos dispositivos “jamais vistos antes” ou o “melhor smarthphone do mundo”.

É digno de nota que até mesmo o mercado emergente dominado pela Nokia já tem outros fabricantes de olho, a Huawei e a ZTE são as principais, elas vendem aparelhos com preço lá em baixo e cheio de atrativos como dual chips e até mesmo aparelhos baratos rodando o Android.

Como podem ver a situação da Nokia não é muito confortável não, e está tudo nas mãos do sucesso do Lumia 800 principalmente.

 

21 Comentários

  1. "Embora a Microsoft nunca tenha alcançado o topo no mercado mobile"
    …mas o Windows Mobile não era líder antes do RIM entrar no mercado? fiquei na duvida agora…

    • Antes da RIM quem dominava era a Palm, o Windos Mobile sempre ficou atrás desses 2 sistemas, porém me refiro ao mercado mundial, só nos EUA ele por um período curto já chegou a ser líder.

      Abs

  2. Eu particularmente acredito no potencial da nokia, só acho que ela tem que se ligar mais nas ultimas tendencia de mercado.
    Os usuários hoje em dia estão cada vez mais exigentes, todos querem uma tela grande de no mínimo 4,0 pol, que seja de alta resolução, que reproduzam e façam filmes em 1080 p, que tenha uma excelente câmera e tenha uma plataforma amigável e intuitiva com os usuários.
    A nokia tem quase tudo, mas eu acredito que ela chegue lá, de uma coisa eu tenho certeza, sozinho ninguém chega rápido ao topo, ela tem que acertar nos seus laços.

  3. Voltar a ser a number1 em smartphones acho pouco provavel a curto/medio tempo ….. falta agilidade , e gerenciamento focado no mercado , ou seja , faltam gerentes regionais com visão …pesquisar o mercado, ouvir consumidores , coordenarem lançamentos de novos devices de forma global …olhar a concorrencia….acabar com a estoria do gerente na França informar que a Nokia lançara um tablet com OS WP em Julho/12 e depois desmentir……., produtos ela tem, falta comando!!!!

  4. "O Brasil é um grande exemplo, todas as grandes marcas estão investindo alto em comercializar seus aparelhos aqui (menos a HTC) fato esse comprovado em lançamentos que chegaram aqui antes de países do primeiro mundo como por exemplo o Motorola RAZR."
    O problema é que foi feito o anúncio, propaganda…. e nada de celular pra vender…
    CADÊ O MOTOROLA DROID RAZR????

  5. Penso q talvez se a Nokia tivesse apostado no Android a história poderia ser diferente , ela ainda poderia estar dominando o mercado mundial de Smartphones , e não acho q é tarde pra Nokia se recuperar no mercado pelo contrário com o WP ela pode se tornar novamente a líder em mercado de Smarts . Gostei muito do Post , PRABENS!!!

    Flw!

  6. Como sempre há pontos em que concordamos e pontos em que discordamos das matérias. Um ponto que não consegui concordar foi com o comentário geral sobre o N8. Para alguns pode não ser, mas a câmera dele, até hoje é fabulosa, não só pelos 12 megapixels, mas pela qualidade das fotos de maneira geral, para uma câmera de celular. Isso foi sim uma grande inovação, sem falar na saída HDMI. Concordo que o Sˆ3 que veio com ele poderia ter sido melhor elaborado. A matéria depreciou o N8 e como usuário de um tive bastante dificuldade em concordar com o foco utilizado. Tirando as limitações de hardware ele realmente me permite fazer tudo que os outros aparelhos fazem em termos de aplicativos e tem uma vantagem grande em não ser um sistema tão preso como o iOS. A questão é: ainda não foi feito um sistema perfeito, apenas sistemas que agradaram maior parte do público por possuírem qualidades evidentes.

    Meu ponto vista apenas. E como disse, sempre haverá quem concorde e quem discorde.

  7. há nokia podia ter feito a diferença.. usando o android como OS dos seus smartphones.. jah q todas fabricantes mudam o android original, a nokia podia entrar nessa onda.. e até sair na frente dos concorrentes.. como a samsumg faz com a touchwiz .. agora é esperar pra ver se o lumia 800 vai dar em algo.. mais com esse hardware fraco.. duvido muito q vai ser bem aceito.. jah q no ano q vem estão chegando os androids com processadores quad-core.. e a nokia nem um dual-core prodruziu ainda..
    Eu.. particularmente nao embarco nessa não, ainda mais depois da apresentação do ICS q ficou muito show!
    Mas estou torcendo pra q a nokia se levante!

  8. A Nokia está fazendo a coisa certa fez dois excelentes aparelhos, com preços competitivos, um pode competir com o SGII e o outro com os médios e esse posso pagar(Lumia 710). Torcendo para o sucesso da plataforma, pelo que já li é muito bom.

  9. Evandro.. onde q o lumia 800 compete com o GS2 ? ele tem um processador de 1.4 ghz e é single-core o GS2 é de 1.2 ghz dual-core. Eu quero é ver o preço do lumia 800, se vier na faixa q o N9 veio.. vai ser mais um fracasso !

  10. Valem lembrar q a nokia sempre ganha premios por ser social e ecologicamente correta, além de fazer hardwares indestrutíveis, eu por exemplo tenho um N8 a 1 ano e ele parece zerado, a tela vc pode enfiar um motoserra que nao arranha, fui querer tratar o meu iphone do mesmo jeito e a tela arranhou

  11. "O Brasil é um grande exemplo, todas as grandes marcas estão investindo alto em comercializar seus aparelhos aqui (menos a HTC)" <<< meu HTC Ultimate discorda de você.

  12. Eu achei legal e ponto o wp7, n troco android por isso n no maximo por um ios5 rodando no 4s…
    Nokia vai ter que fazer que nem a motorola com milestone 1 que mudo o mercado pra android so que com um sistema da microsoft…… pra mim podia ter continuado o symbian com um novo visual, usar um n8 até que é confortavel…

Deixe uma resposta